O Corte

9 - fevereiro - 2009 at 14:03 Deixe um comentário

Luciana Gondim

corte

Este post não tem a pretensão de ser uma crítica de cinema. É, apenas, uma sugestão visual nesses tempos de demissão em massa. O Corte (Le Couperet), de Costa Gravas, devia ser obra obrigatória nos acervos cinematográficos de nossos líderes e artigo censurado para a multidão, cada dia maior, de desempregados globais.

O Corte é a história de um alto empregado da indústria francesa de papéis, que depois de quinze anos de excelentes serviços prestados e algumas promoções internas, é demitido. Ao longo de dois anos, Bruno Davert consegue manter o padrão da sua família de classe média alta com o seguro-desemprego. Contudo, quando o benefício trabalhista acaba, o ex-funcionário enlouquece diante de sucessivos fracassos em busca de um novo ofício.

Disposto a reconquistar seu espaço no mercado de trabalho, Davert decide criar uma caixa-postal para receber os currículos de outros desempregados com formações e experiências similares às suas. No processo de análise dos candidatos, ele descobre cinco currículos que poderiam arruinar seus planos de voltar à indústria de papéis como alto executivo. Decidido a reconquistar seu posto, Bruno decide eliminar, um a um, cada um dos candidatos.

O que fascina no O Corte, não é, em definitivo, o talento do desempregado de classe média alta como serial killer. O olhar proposto por Costa Gravas fascina pela sutileza como trata uma das mais graves mazelas sociais contemporâneas, o imaginário coletivo e os sonhos individuais.

O universo onde vive Bruno Davert é comum a todo e qualquer cidadão global, com a angústia cotidiana de se sentir útil no ambiente plástico da produtividade. Sem seu posto, Davert perdeu sua identidade na sociedade, tornou-se invisível – a ponto de assassinar suas vítimas à luz do dia, diante dos olhares desinteressados dos transeuntes e da polícia.

Assistam, mas não sem antes jogar fora todas as facas da casa.

Anúncios

Entry filed under: Cultura, Mídia. Tags: , , , , , .

Guernica 3D – Picasso na era digital Os muros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

Enquete

O que já contamos

Contador

  • 123,538 acessos

Mais caroço

Agenda

fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

%d blogueiros gostam disto: