Colômbia sem estereótipos – Parte zero

28 - maio - 2009 at 13:28 2 comentários

Bogotá

Bogotá

Fernando Miragaya

* enviado especial

Foram quase 3 mil km rodados pelas estradas de pista simples colombianas, com motoristas, motociclistas e caminhoneiros sem qualquer apego à vida no trânsito. Sem estereótipos, durante 13 dias eu e Luciana nos deparamos com um país muito, mas muito parecido com o Brasil

As estradas são margeadas por cidadezinhas, chamados de pueblos, algumas muito miseráveis. Miséria que o Uribe faz questão de esconder. No entanto, o fato de ter colocado as Farcs, Paramilitares e traficantes para se pegarem no sul do país (onde não existem indicações sobre estradas ou detalhes de cidades nos mapas), fazem dele um presidente admirável. O curioso é o discurso, principalmente de quem mora na cosmopolita Bogotá, de que Uribe é Deus e Hugo Chávez e Rafael Correa são os capetas.

Plaza Simón Bolívar, Bogotá

Plaza Simón Bolívar, Bogotá

Vale dizer que toda essa segurança se dá às custas de muita vigilância. Há policiais e soldados do exército por todos os lados. Nas estradas, então, a presença militar deixa na dúvida se é mais para mostrar a presença do Governo ou se há um risco de fato. Muitas lojas de Bogotá, na chamada Zona Rosa, uma espécie de bairro burguês, tem seguranças com cães. Nos shoppings, outros seguranças passam detectores de metal nas sacolas.

O país também é igual ao Brasil pelo povo solícito e simpático. A maioria dos colombianos é falante e gentil. Não pensam duas vezes em te dar informações e puxarem um papo, perguntarem de onde se é… Quando se fala Brasil, é aquele estereótipo: “Ronaldo! Pelé!”.

Villa de Levya

Villa de Levya

Bem, desde Bogotá passamos por cidades muito legais como Villa de Leyva, um pueblo de 1572 todo preservado, com ruas de pedras e sobrados do tempo da colonização genocida espanhola. Depois passamos por Barichara, uma outra cidadezinha colonial com simpáticas casinhas verdes e brancas. Depois disso, resolvemos encarar 900 km de uma vez até Santa Marta, já no mar do Caribe. Demos apenas uma parada em Bucaramanga, a cidade mais feia que já encontrei na vida. No caminho, pelo menos valeu os cânions de Chicamocha, em vales enormes em uma coloração meio cinza, meio marrom. Um show.

Chicamocha

Chicamocha

Santa Marta foi a partida para o paraíso do mar caribenho. No Parque Tayrona, uma reserva natural com praias selvagens e paradisíacas e o clássico mar em três tons que combinaram perfeitamente com os meus olhos. Tudo depois de muita caminhada. Andamos em uma mata fechada e quente que nem o inferno por três horas. Imaginem o gordo aqui depois de caminhar três horas… A conta foi um tênis arrebentado e muito suor. Infelizmente, com tempo contado, não conseguimos visitar o pueblito Chairama (terra dos antigos Tayronas) e a Cuidad Perdida, um sítio arqueológico que abrigou civilizações pré-colombianas. Fica para a próxima.

Playa de Las Siete Oslas, Parque Tayrona, região de Santa Marta

Playa de Las Siete Oslas, Parque Tayrona, região de Santa Marta

De Santa Marta partimos para Barranquilla, mas a cidade foi uma decepção. Na verdade, é uma cidade grande, confusa e com poucos atrativos. Na manhã seguinte seguimos para Cartagena. Na estrada, avistamos uma placa indicando um vulcão perdido. Entramos por uma estradinha de terra e nos deparamos com um visual deslumbrante para uma lagoa rodeada de mata. No alto do vulcão, uma piscina de lama onde a turistada se farta a valer e acredita que aquela lama faz bem para a pele. Depois, ficam com perebas e alergias e colocam a culpa no clima subdesenvolvido equatorial.

Já a terra de Garcia Márquez, mais conhecido como Gabo, é um espetáculo. Um castelo gigante pode ser avistado logo ao se chegar a Cartagena de Índias e ainda há a charmosa Cidade Amuralhada, com suas casas coloridas e 11 km de pedras rodeando o centro histórico e outros bairros, além da casa do genial escritor. Há toda a sorte de ambulantes pelas ruas. Gente oferecendo desde colares, até camisas, passando por réplicas de esculturas do Botero, sanfoneiros e violeiros te enchendo o saco e pessoas oferecendo passeios para as Ilhas do Rosário. Com um desses agentes de viagem transeuntes compramos um pacote de ida e volta no mesmo dia para o arquipélago que reúne 30 ilhas paradisíacas e onde o mar consegue ficar ainda mais verde do que já é. No ultimo dia em Cartagena fizemos um clássico passeio de charrete.

Cartagena

Cartagena

Depois de três dias em Cartagena (valeu cada segundo lá), começamos o caminho de volta por Medellín. Fizemos uma parada em Sincelejo (cidade quase tão feia quanto Bucaramanga) e chegamos à modernosa Medellín, com seus arranha-céus e bairros burgueses separados da favela. Sem comparações pueris, mas já comparando, a cidade tem uma big favela ao estilo Maré na entrada. Por recomendação de todos os taxistas, frentistas e transeuntes, acabamos parando em Poblado, uma espécie de zona burguesa semelhante ao Leblon à noite. Ou seja, tivemos de aturar patricinhas e mauricinhos medelinhenses… faz parte.

Essa foi apenas uma resenha (!!!???) de nossa passagem rápida e inesquecível pela simpática Colômbia. Um país de contrastes onde há uma vontade muito grande de ser o que não é (parece com que país mesmo?). Mas também um país que é espontâneo por natureza e que merece e vai ser destrinchado melhor em uma série de posts e fotos. Aguardem os próximos capítulos…

Fotos: Fernando Miragaya e Luciana Gondim

Anúncios

Entry filed under: Economia, Outras coisas, Política. Tags: , , , , , , , , .

O que é urgente? Ação policial nas rádios comunitárias em debate na UFRJ

2 Comentários Add your own

  • 1. Olívia Bandeira  |  28 - maio - 2009 às 14:01

    Oi, Mira. Maravilhoso relato. Aguardo ansiosa os demais.
    Quando vocês cansarem de luas de mel (rsrsrs), vamos fazer uma viagem caroçal juntos!
    beijos,
    Lili

  • 2. Raquel  |  31 - maio - 2009 às 14:26

    hahahaha

    Adorei! As fotos estão lindas, principalmente a que aparece os pés de vcs dois!

    Aguardo os próximos capítulos.

    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

Enquete

O que já contamos

Contador

  • 123,136 acessos

Mais caroço

Agenda

maio 2009
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

%d blogueiros gostam disto: