Sobre O Caroço

O Manifesto Caroçal
Do fundo das entranhas advém o Caroço. Essência primeira, alma frutal, ovo de galinha,momento-anterior-ao-big-bang.Todo mundo tem caroço. Caroço do homem (e mulheres, antes que as feministas se irritem) – alma; caroço do mundo – núcleo; caroço do computador – HD… São tantos.Nós somos caroços também. Caroços ambulantes. Caroços pelo avesso. Seres que querem ser imagens ideais, sem revelar o seu… caroço.Botem os caroços que habitam vocês para fora!Antes que comecem a arriar as calças pra cagar, explico: revelem-se, descubram-se, desvirem-se, mostrem-se, exponham idéias.Algo semelhante ao que nós, um grupo do quinto período de jornalismo, fizemos. Demorou, mas resolvemos nos descascar e pôr pra fora os caroços rugosos que teimavam em cohilar: nossos cérebros. Um certo bloqueio na fala, uma certa timidez, uma tal divisão em facções nos afastou e nos paralisou. Mas pensamos: “Porra, se a gente não se mexer, se não pusermos o caroço pra fora, vamos apodrecer, nossas idéias vão apodrecer e não vão gerar nada”.Então nasceu este Caroço. Sem cobertura, sem barreiras, sem invólucros. Nasceu independente, abusado e sem-vergonha. Textos-caroços saltitaram assim que a proposta de fazer o jornal foi exposta: poesias-caroços, contos-caroços, matérias-caroços, piadas-caroços… todos, de alguma forma, aprisionados em “frutas” variadas – desde mentes em bloqueio até gavetas bem trancadas.

=========================================================

Vale lembrar que o Caroço preza a liberdade de expressão individual  e os textos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores, e as opiniões e julgamentos neles contidos não expressam necessariamente a posição deste blog.

4 Comentários Add your own

  • 1. Marcelo Moryan  |  7 - maio - 2009 às 8:57

    Olá… Gostaria de saber se a Olivia Bandeira de Melo é bibliotecária e mora em Marabá – PA.

    Amor, Luz e Persistência,

    Moryan

  • 2. Olívia Bandeira  |  9 - maio - 2009 às 18:56

    Oi, Marcelo Moryan.
    Não sou a Olívia Bandeira de Melo de Marabá. Portanto, terá de continuar na busca por ela, para desejar “Amor, luz e persistência”. Boa sorte!

  • 3. Lucio Mello  |  10 - novembro - 2009 às 11:25

    Ola!

    Legal o blog. Mais curioso é ter um xará escrevendo nele.
    Sucesso
    Lúcio Mello

  • 4. Oficio Editorial  |  22 - março - 2010 às 13:48

    Bom dia,
    em 2009, O Portal Literal e a editora Multifoco fizeram um concurso de contos “Se conto em revista”. A Premiação era a publicação do Conto (primeiro colocado) na revista Caroço. Seria neste espaço? Neste blog?
    O autor, Alexandre Weiss, disse não ter recebido contato de O Caroço ou da Editora Multifoco. Poderiam, por favor, conversar com ele? Se preferirem, podem se manifestar no espaço de discussão em http://tinyurl.com/yjbw264

    Saudações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


%d blogueiros gostam disto: