Arquivo do Autor

Mini melância

Déia Vazquez

Vinte vezes menor que a sua “parente”, a mini melância chega ao mercado. A fruta, que na verdade é chamada Pepquiño, é encontrada na América do Sul mas está sendo comercializada pela holandesa Koppertcress.

Apesar da aparência, segundo a distribuidora, o sabor é similar a um pepino e eles sugerem que a fruta seja saboreada como um “snack” ou em saladas. 

Alguém já provou?

14 - maio - 2009 at 17:11 6 comentários

Spread the love II

Déia Vazquez


5 motivos pra você ouvir Bat for Lashes agora:

A Natasha Khan é gata.

A Natasha Khan é lúdica e usa cocar.

A Natasha Khan inventou um alter-ego pra compor o novo álbum “Two Suns”.

A Natasha Khan tem uma voz que derrete.

Não só eu, mas o Thom Yorke e a Bjork também pagam pau pra ela.

Recomendo ouvir na ventania com os fios de cabelo prendendo nos labios ou num dia de céu cor de rosa tomando um bloody mary.



14 - abril - 2009 at 1:48 25 comentários

Obama, o chinês é que é “o cara”!

Lúcio Mello

Apesar da frase de Barack Obama sobre o Lula ter massageado o ego dos lulistas tupiniquins, a política, a exemplo do pôquer, do truco e de outros jogos nem sempre o que se quer é o que se fala, é feita com ditos e não-ditos. Lula é um político com intuição muito boa. Tanto é que capitalizou grande parte do G-20. Ponto pra ele. Mas, em política sempre tem um “mas”, Obama mostrou, naquele momento, porque é presidente dos EUA. Com uma postura de garotão do Havaí, o cara deu um cheque-mate no Lula e neutralizou o Sapo Barbudo, envaidecendo-o.

Político é político, em qualquer lugar. Eles se ligam muito na questão simbólica. Lula é o símbolo da classe trabalhadora. Os que estavam presentes no G-20, excessão ao Obama, são a representação do homens brancos de olhos azuis. Mesmo que eles não queiram ser e mesmo que pensem de forma progressista. É uma questão de imagem e de marketing.

Agora todos querem colar suas imagens ao Lula, por questões de marketing e de momento. Quando oGordon Brown teve no Brasil o Lula foi mais esperto que ele. Ponto pro Lula. O Gordon Brown ficou mal com a história dos brancos de olhos azuis. O Lula foi muito esperto ali. Afinal interessa ao G-7 mostrar o Lula como um personagem importante. Até porque o G-20 fui uma grande sacada: inclui mais alguns países (o Brasil por exemplo) e continua sobre a liderança dos mesmos (EUA e aliados). Mas um dia essa onda passa. Em pol´tica tudo passa.

Sim, Lula é um líder com carisma, aprovação. Mais que isto. Pro G-7 ele é o símbolo de um terceiro mundo que interessa: calmo, conciliador, e que paga 20% ao ano para especuladores e não faz auditoria da dívida externa.

Apesar de FHC estar morrendo de inveja do Sapo Barbudo, o que Obama não disse, e aí que a porca torce o rabo, é que o verdadeiro cara esta mais pro oriente. É o premiê da China. Ele e mais de um bilhão e meio de “caras”: os chineses! A verdade é que, estruturalmente, a única coisa relevante nos últimos vinte anos é a ascensão da China e sua centralidade no comércio internacional. Isto não foi dito. E política também se faz com o não dito.

Crise? Na China? É.. em vez de crescerem 10% ao ano, crescerão 6%. já são a quarta economia do mundo. Em breve serão a terceira, se já não o são. O mais importante: Els tem espaço para crescer, assim como os BRICS que antes eram as economias baleias, quando os tigres asiáticos estavam na moda. Tudo é moda. O Brasil tá na moda, mas os Chineses não vai sair da moda tão cedo.

Vocês perceberam que o governo chinês (e o indiano também) entrou quieto e saiu mudo? Este chineses são muito piores que os matutos, os “come quieto”. Enquanto o Brasil é garganta em sua política externa e os americanos pragmáticos, os chineses são os verdadeiros donos do mundo agora e não falam. Eles fazem!

Depois, o Brasil não está tão bem assim. Crise no Japão é o que a gente chama de crescimento e prosperidade. Além disso, o Brasil continua uma economia periférica, fornecedora de matérias primas e produtos de baixo valor agregado, baixa tecnologia e mão-de-obra barata.

Não dá pra negar que o candidato a membro permanente do Conselho de Segurança da ONU pela América do Sul (como se candidata o Brasil) conta com problemas estruturais de concentração de renda e, sobretudo, de poder. Este sproblemas vão explidir. Pode ser até que, desde a redemocratização, a concentração esteja diminuindo, mas é um dos países mais injustos ainda e a estrutura social não foi alterada em sua essência. Sem alteras esta estrutura não há solução reofrmista e bolsa família que resolva.

O Brasil tem sérios problemas em areas como saúde e educação. Questões como a tributária, a estrutura do o judiciário, a corrupção vão em breve, vir a tona. Um país com tantas favelas não pode ser considerado desenvolvido. Basta uma forte crise interna, (pois agora dívida brasileira é interna e sua dinâmica interna é que vai dizer o seu papel no mundo) e as coisas sólidas se desmancham no ar.

ouso indagar se em breve não voltaremos para a periferia econômica. Pois afinal o que garante riqueza? A meu ver agregar valor e controlar as cadeias de produção e de comercialização. Os EUA controlam a comercialização e a agregação de valor (cinema, internet, marketing, etc). A China controla a produção. E nós? As matérias primas e alimentos… hummm sim.. mas dependemos destes outros fatores que não controlamos. Temos agregado valor? Humm .. acho que não …

Já falamos inglês,para o comércio. Agora, além do alemão, pra aprendermos a filosofar, precisamos estudar chinês, para fazer fábricas. Lula, abre o olho! Os chineses vêm aí! E apesar do olho puxado, eles estão de olhos bem abertos.

3 - abril - 2009 at 11:44 2 comentários

Moedinha aqui, por favor

Deia Vazquez

Calca, calca baggy, semi-baggy, cintura baixa, cintura alta, boca-de-sino, skinny, tem pra todos os gostos. Com as calcas de cintura baixa surgiu a famosa “pagacao de cofre”, com as calcinhas “apenas um fio”, os cofres ganharam um “charme a mais”.
Agora, em pleno outono 2009, chega a calca acoplada com a tanga – so resta oferecer o cofre!
E voces, vao aderir a moda?

Via Sociological Images

3 - abril - 2009 at 8:51 13 comentários

Contra a Violência

Deia Vazquez

Em campanha lancada hoje pela ONG Women’s aid, Keira Knightley apanha de seu parceiro num video que pretende alerter sobre a violencia domestica. Segundo a ONG, a cada semana duas mulheres morrem assassinadas por seus parceiros atuais ou passados.

Cerca de 300 mil mulheres sofrem violência por parte dos maridos ou companheiros por ano no Brasil, segundo dados do Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa). A violencia praticada nao eh apenas a fisica, mas tambem psicologica (ainda mais dificil de ser “diagnostica” e consequentemente denunciada).

Acho curioso como se fala apenas da violencia sofrida pela mulher. Muitas mulheres sao verdadeiras rainhas da violencia psicologica, agredindo nao so seus parceiros, mas ainda mais gravemente seus filhos. E a lei, nesse caso, eh sexista mais uma vez.

2 - abril - 2009 at 11:14 3 comentários

Steve Jobs saves the queen

Deia Vazquez

queen

Obama rocks!

2 - abril - 2009 at 9:57 3 comentários

Que o poder do unicórnio esteja com vocês

Deia Vazquez

unicorn-chaser1Sabe aquele dia estressante, que você não aguenta mais discutir com o namorado presepeiro, rogar praga nos outros, amaldiçoar o chefe, ser arremessado no ônibus, se indignar com as injustiças no mundo?

Uma mistura de ginseng, folha de mamão, vitamina C e muito, muito glitter, é a solução dos seus problemas.

Esse é “Unicorn chaser“, “uma dose formulada para limpar seu corpo e sua alma”.

Alguns dos Caroços já provaram e recomendam.

Que a força do unicórnio os acompanhe!

 

unicorn-chaser-embed-zoom

1 - abril - 2009 at 19:49 9 comentários

Posts antigos


Feeds

Enquete

O que já contamos

Contador

  • 122,956 acessos

Mais caroço

Agenda

julho 2017
S T Q Q S S D
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31