Posts tagged ‘blog’

Um, dois, três… testando!

Gisele Maia
Momento metablogagem: acabo de testar o novo recurso do wordpress, a postagem por e-mail, ou celular. Basta ir no painel, clicar em “meus blogs”, ativar o “post by e-mail” e um código-endereço é gerado. Ótimo brinquedinho pra quem não pode acessar certas páginas do trabalho, dá pra mandar tudo pelo e-mail profissional e o chefe nem vai ver. Dá pra postar fotos também, elas são automaticamente transformadas em tumbnails. Se tiver mais de uma, o wordpress cria uma galeria. Não é sensacional?

Só não dá pra inserir tag ou selecionar categoria. Seria demais.

Anúncios

14 - maio - 2009 at 4:20 5 comentários

Blogs e Blogueiros 1: Todas as pessoas são interessantes – Nélida Capela

Marcelo Valle

Nélida é formada em letras, em literatura. Com seus 38 anos, administra e alimenta três diferentes blogs, além de ter uma jornada dupla de trabalho. Se auto define como uma “produtora de conteúdo”. Não dorme antes de uma da matina, “adoro a madrugada, é o tempo que eu tenho pra fazer os blogs”. Apesar do digital, não abre mão do papel, dos rascunhos, caderninhos, folhas soltas, cantos de livros. “Sempre o papel, ele não vai morrer nunca!”
O conteúdo para os blogs vem da vivência e da convivência, vem da internet, da leitura, dos amigos, da avó argentina. “Tenho mais amigos do que imagino, isso é maravilhoso! Amigos virtuais e amigos reais, muitos amigos que eram virtuais se tornaram reais. As pessoas vão além do virtual, chegam ao real. Outros bloggers que conheço, a gente trocava e-mails, comentários e resolveu se encontrar, acabamos formando um grupo.”
É preciso escrever sobre aquilo que gosta, compartilhar informação, matar a sede. Para Nélida, estamos vivendo um momento em que as ferramentas tecnológicas possibilitam os encontros. São muitas as ferramentas, a internet, os pocket PC, móbiles, os commons, tudo isso aproxima e socializa, mas no fundo o que conta mesmo são as pessoas. A tecnologia é só uma ponte.
Sua avó argentina era meio nômade, viveu na Argentina, Brasil, França, Rússia, Itália, viajou o mundo. Daí vem a inspiração para o blog “ Olhar Nômade”. Nélida adora a idéia de nomadismo, da herança bárbara e errante. No blog escreve sobre impressões do mundo, um olhar livre sobre o que considera as belezas do mundo, arte, fotografia,design, tecnologia…
O segundo blog na verdade é um coletivo, feito em parceria com mais quatro pessoas, tem um nome enorme e também aborda questões de tecnologia, indo mais além se aprofundando nas tecnologias sociais e mobilização de pessoas. Tecnologia e Mobilização Social, TMS, sigla criada por Rita Braune que participa do coletivo.
E o terceiro e último é sobre o universo das livrarias, livreiros e literatura, “Lector in Fabula“, Leitor de Fábulas, título de um livro de Umberto Eco. O “Lector” também é voltado para um público de leitores, editores, livrarias e mercado editorial.
Cada blog tem seu próprio foco e público. Ao perguntar de onde surge a vontade de escrever em tantos blogs ela me responde com uma postagem no “Olhar Nômade”:
“Por que escrevo em blogs?
Tenho me feito esta pergunta ultimamente. Escrevo para compartilhar, para dividir, para dar a conhecer. Escrevo para me esvaziar, não enlouquecer, dialogar. Escrevo e publico para dar as pessoas beleza: o Olhar Nômade. Escrevo e publico para dar as pessoas a possibilidade da leitura do mundo: Lector in Fabula. Escrevo e publico para mobilizar pessoas: TMS – Tecnologia e Mobilização Social. E espero sempre o retorno, o comentário. Às vezes construtivo, por outras nem tanto. Mas o comentário alimenta-me. Faz com que eu me esforce mais e mais. Aperfeiçoamento…”

Os comentários geram movimento, diálogos,decisões, aperfeiçoamentos. Na verdade todas as pessoas são interessantes, tem algo a dizer.

Blogs são blogs apenas. Impressões e expressões, boas ou ruins.

comelight2801

3 - abril - 2009 at 16:24 4 comentários

Spread the love

 

 

 

Déia Vazquez

 

 

Le Love é um blog relativamente novo dedicado a imagens de amor, amor de qualquer jeito.
Que dá vontade se apaixonar perdidamente, isso dá!

24 - janeiro - 2009 at 14:35 1 comentário

O leitor

Anônimo

Sou o leitor perpétuo. Uma máquina de leitura e comentário, de leitura e de cliques e de teclas. Para mim não há barreiras, idioma, cultura, assunto, absorvo qualquer coisa. E a cada tela sou uma pessoa diferente. Sou apenas o leitor, mas meu nome muda nas caixas de comentários. Assumo várias identidades para argumentar, mostrar que o leitor tem voz, que não é nunca passivo.

Quando falo de literatura, me visto de Leitor Voraz. Quando o site é sobre política, sou o Anti-Bush. Também já me travesti de Myrna para fingir que sou um escritor. Não importa que o Leitor Voraz não combine com o Anti-Bush e que o conto da Myrna seja odiado pelo Leitor, que a Myrna, por sua vez, acha pedante. O que importa é que cada nome me dá acesso a outros sites. Um cantor costuma endereçar posts para mim. Começa com “Heitor, tudo bem”. Mas esse Heitor é só mais uma máscara para minha leitura. E eu vou ganhando relevância (alguns me odeiam, outros me adoram, outros adoram um dos meus nomes mas odeiam os outros).

Sou o leitor com autoridade. Sou o leitor mais feliz do mundo. Sou o leitor total. Sou o leitor que aboliu as últimas fronteiras da vergonha da contradição. Sou o leitor infiel.

Em mim, a utopia se realiza: sou a identidade anônima, o poder sem corpo, a certeza de um post que ignora a contradição da história pessoal (eu não sou mais uma pessoa). Sou só mais um grito murmurado.

(Um textinho-cabeça a contragosto, porque aqui não é lugar para isso. Mas foi mais forte que eu. Peço desculpas aos caroços por hackear o blog e incluir esta minha confissão.)

5 - dezembro - 2008 at 11:38 Deixe um comentário


Feeds

Enquete

O que já contamos

Contador

  • 123,343 acessos

Mais caroço

Agenda

setembro 2017
S T Q Q S S D
« fev    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930